5 Mudanças alimentares que podem mudar a sua vida…


Estações do anoRespeite as estações, o clima e a geografia

Devemos seguir os ritmos da Natureza. Comer muitos alimentos fora da estação ou oriundos de um clima diferente afetaa nossa imunidade. “Não estamos isolados do ecossistema em que vivemos. Existe uma analogia entre a nossa flora intestinal e os microrganismos presentes na Terra, e criamos melhor harmonia com o meio quando nos alimentamos de produtos que crescem nesse meio ou num semelhante”, explica o diretor do Instituto Macrobiótico Francisco Varatojo.

 

Privilegie os cereais integrais

A pirâmide alimentar macrobiótica aconselha, para um clima temperado como o nosso, 40 a 60% de cereais integrais e 20 a 30% de vegetais. Carne, ovos ou laticínios são opcionais. Podem ser retirados ou usados de forma esporádica.

Abandone os lacticínios

“Somos o único mamífero que bebe leite em adulto, e de outra espécie, o que é causa de muitos males de saúde. Se, por um lado, a maioria das pessoas não digere bem a lactose, há cada vez mais estudos a mostrar que o leite não previne osteoporose.” O cálcio é importante, mas está presente nos vegetais de folha verde e nas oleaginosas, e até parece ser melhor absorvido por esta via.

Reduza a carne

A nossa estrutura não é a de um animal carnívoro. O consumo exagerado de carne parece estar associado ao aumento de incidência do cancro do cólon e da mama, doenças cardiovasculares e osteoporose. Além da gordura saturada, que entope as artérias, a carne tem grandes quantidades de antibióticos e hormonas. Também entra rapidamente em decomposição no intestino, contribuindo para a destruição da flora intestinal. Há muitos vegetais proteicos alternativos,como os feijões. e o tofu. .

Evite as solanáceas e o açúcar

Para a macrobiótica, os alcaloides presentes nas solanáceas – tomate, pimento, batata e beringela – estão na origem de muitos problemas digestivos e agravam sintomas de artrites, artroses e eczemas. O açúcar é pouco nutritivo, contribui para a descalcificação e para a diabetes e enfraquece o sistema imunitário. Já os alimentos processados estão cheios de gordura hidrogenada, um veneno associado à arterosclerose e doenças cardiovasculares.

Ler mais: http://activa.sapo.pt/belezaesaude/nutricao/2012/03/21/5-mudancas-alimentares-que-podem-mudar-a-sua-vida#ixzz2RKLAYNki